Vitamina C

Vitamina C, para manter o seu Sistema Imunitário em forma!
Ao contrário de algumas espécies animais, o ser humano não consegue sintetizar esta vitamina, tornando-se assim essencial. Esta vitamina tem duas formas biologicamente ativas – o ácido L-ascorbico e o ácido L-dehidroascorbico.

Funções
A vitamina C desempenha várias funções:
Função antioxidante, prevenindo a peroxidação dos ácidos gordos polinsaturados e protegendo as membranas celulares da ação prejudicial dos radicais livres;
Produção de colagénio (substância de natureza proteica intercelular que dá estrutura aos músculos, tecidos vasculares, ossos e cartilagens);
Síntese de ácidos biliares;

Manutenção de um bom estado de saúde ao nível dos dentes e gengivas;
Potenciação da absorção de ferro dos alimentos, sendo portanto importante em situações de anemia;
Síntese de várias hormonas (exemplo norepinefrina e dopamina) e neurotransmissores (exemplo serotonina);
Participação no metabolismo do folato;
Promoção da resistência a infeções através do papel que desempenha na atividade dos leucócitos, produção de interferão, processo de reação inflamatória e integridade das membranas mucosas.

Fontes alimentares
Couve-galega, Couve Bruxelas, Agrião, Grelos, Couve-flor, Kiwi, Papaia, Couve lombarda, Laranja, Limão, Morango, Tangerina, Brócolos, Pimento, Couve portuguesa, Couve branca, Clementina, Nectarina, Framboesa, Batata-doce, Alho – francês, Alho, Batata

Carência
Inicialmente, os sintomas que evidenciam carência desta vitamina são: fadiga, anorexia, sonolência, insónia, irritabilidade, diminuição da função imunitária e petéquias (pontos vermelhos na pele). A patologia que uma deficiência de vitamina C prolongada provoca denomina-se escorbuto. Esta patologia caracteriza-se pelo "enfraquecimento" das estruturas de colagénio (tecido que liga as células), o que origina hemorragias abundantes e queda dos dentes. O escorbuto infantil provoca malformações ósseas.

Para mais informações contacte o seu comercial

PT  |   EN